quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

"a bem suado" 2o1o

Desejo

Que posso desejar para sua vida?!

Que as verdadeiras amizades continuem eternas...
Que as lágrimas sejam poucas e compartilhadas e que as lágrimas estejam sempre presentes e sejam festejadas por todos...
Que o carinho esteja presente em um simples olá ou em qualquer frase...
Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades... novos amores... novas conquistas!
Que Deus esteja sempre com sua mão estendida apontando o caminho correto...
Que as coisas pequenas como inveja ou o desamor, sejam retirados de nossa vida...
Que aquele que necessita de ajuda, encontre sempre em nós, uma animadora palavra amiga...
Que a verdade esteja sempre acima de tudo...
Que o perdão e a compreensão superem as amarguras e as desavenças...
Que tudo que sonhamos se transforme em realidade...
Que o amor pelo próximo seja nossa meta absoluta...
Que a nossa jornada de hoje, esteja repleta de flores...
Que a vida seja um caminho de aLeGrIaS!!!

O nosso desejo e nossa oração para ti.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Culto de Ano novo (parte II)




Testemunhos de amor... de graça... de fidelidade... de bênçãos!
Palavras não podem expressar o que foi estar neste culto.

Culto de Ano novo



O culto de Ano novo em nosso novo templo aconteceu dia 27 com muitos momentos de testemunhos. Simbolizando os pedidos e votos para o ano seguinte, a igreja simbolizou com frutos verdes os pedidos de oração e os frutos vermelhos, a graça recebida. A liderança local, juntamente com a igreja, eternizou esse momento único de agradecimento pela nossa graça recebida, o nosso templo.

Faxinão de Ano-novo

domingo, 20 de dezembro de 2009

Culto de Natal

Bazar da Sociedade de Mulheres

Foi dia 19/12 às 14h que aconteceu o último Bazar organizado pela Sociedade de Mulheres neste ano de 2009. À todas que contribuiram, nosso muito orbigada e até ano que vem com mais atividades.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O Reino de Deus

Leituras bíblicas: Mateus 12. 28 e 23. 18; Lucas 18. 18 à 24 e 29 à 30; I Coríntios 4. 19 à 20

O Reino de Deus é justiça e amor. Ao que tudo pertende ao Rei e este Rei é o próprio Deus. Cristo, quando esteve presente neste mundo, veio estabelecer um reino. Quando expulsou demônios dizia: "é chegado a vós, o Reino de Deus" (Mateus).
Na parábola do jovem rico, faltou-lhe reconhecer que todos os bens que possuía de fato, não lhe pertenciam e sim, ao Rei. Pertenciam a Deus! O dono de tudo! O Reino se estabelece quando temos o Espírito e fazemos a Vontade de Deus para que sejamos mordomos... para que gerenciemos o que pertence a Deus. Nesse sentido, se tenho um automóvel, este automóvel está a serviço do Reino, à disposição do Reino e assim, portanto, pertence ao Rei deste Reino, Deus!
O Reino de Deus é anunciado na pessoa de Jesus encarnado e se estabelece no mundo. A religião do homem prega placa de igreja... religiosidade... doutrinas... dogmas... Mas, para ser discípulo deste Reino é necessário reconhecer que tudo É de Deus.
Etudo de quarta: Sérgio Salviatti

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Pulseiras da Amizade

São as pulseiras finas, coloridas e de silicone, que começaram a aparecer nos braços dos adolescentes e crianças. Diferentemente, das pulseiras contra o câncer, promovido pelo ciclista Lance Armstrong e que viraram fenômeno internacional há cinco anos, os novos adereços fazem parte de um jogo de conotação sexual. É uma espécie de brinquedo promíscuo. Em teoria, a brincadeira começa quando alguém arrebenta a pulseira do outro e a pessoa que teve a pulseira arrebentada precisa cumprir o que comanda a cor.
O jogo teve início no Reino Unido, na Inglaterra, conhecido como Snap e as pulseiras naquele país são chamadas de “shag bands” (“pulseiras de sexo” em livre tradução) e logo espalharam-se, virando “moda” principalmente entre crianças (que desconhecem o real significado) e jovens. Estes, por sua vez, usam as pulseiras de forma consciente num código pré-estabelecido no qual cada cor significa uma prática sexual. Quanto mais pulseiras, mais popular a pessoa se torna no grupo. Quem não usa é excluído do grupo. Quem usa as cores preto e dourado é mais respeitado no grupo.
O jogo chegou no Brasil pela internet e por aqui, é conhecido também, como “pulseira da malhação” e custam em média R$1,00 um pacote com dez unidades.
Pais e responsáveis; converse aberta e carinhosamente com seus filhos e parentes no sentido de averiguar e orientá-los quanto à conduta de pedófilos que usam deste artifício para aproximar de suas vítimas.

Faça sua própria pesquisa no site do Google e divulgue. O significado de cada cor está fixado no mural de nossa Igreja, juntamente com este texto que chegou até nós por e-mail.

O Ministério de Cristo

Leitura bíblica de Efésios 2. 13 à 18

Cristo é para nós Esperança de Paz. É entendimento, Força e Alegria. Seu nome está acima de todo nome e é Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Príncipe da Paz! Somente Ele fez o sacrifício por todos nós para que tivéssemos redenção.
O ministério de Cristo une gentios e judeus que foram separados em Israel. Seu ministério traz unidade, união. Por que para Ele não há acepção de pessoas. Suas palavras geram vida e nós? Temos unido ou temos dividido?
Em momento algum, Sua presença trouxe a promoção da guerra. De sua boca e de suas ações Ele gerava vida. Na guerra, um lado vence e o outro, é destruído. Seu ministério veio trazer-nos a Paz e nós? Temos sido agentes de paz?
Tenha paz uns com os outros quando ela depender de ti. Prefira unir e somar ao invés de dividir e excluir.
Sermão, revda. Ana Paula

Confraternização do Ministério de Louvor

Em clima de confraternização de fim de ano, o Ministério de Louvor reuniu-se no lar da irmã Clezir e, juntamente com sua família, recebeu calorosamente o grupo para um almoço de comunhão. Desejamos que o ano próximo seja "a bem suado" para todos nós.

Revelações

Leituras bíblicas: I Samuel 9. 15 à 19 e Atos 10. 9 à 28

Este estudo propõe discutir sobre os perigos da revelação nos dias de hoje. Uma senhora permaneceu três dias na sala de sua residência, já falecida, por conta de uma revelação de que ela ressuscitaria. Este é um fato real!
Quando Adão pecou, a morte tornou-se algo natural para o ser humano. É algo tão profundo falar sobre a morte porque mexe internamente, com o homem e sua existência porém, é algo natural. Como cristãos, devemos aprender a lidar com ela sempre de forma positiva e sadia, por mais que seja difícil e doloroso.
Quando fala-se em revelação, ela, necessariamente, tem que acontecer. O fato deve seguir o relato da revelação. Agora, se essa revelação não acontece... E a dúvida? E a descrença? Neste caso, essa senhora não ressuscitou e teve que ser enterrada porque já cheirava mal.
Deus nos dá mais que uma certeza! Dá-nos direção!
O homem natural tem intuição. Revelação da parte de Deus é outra coisa! As revelações que a bíblia relata foram fatos concretos e, aconteceram conforme a revelação do Espírito pois este, fala com clareza. Portanto, não sejamos chegados aos modismo antes, tenhamos entendimento, responsabilidade para não banalizar o Evangelho de Cristo.
O homem que propõe a ser servo de Deus, não pode envaidecer-se pois a nossa justiça deve exceder dos escribas ou seja, sejamos corretos.
Estudo de quarta-feira, Antonio Santana

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Compaixão

Leituras bíblicas de Mateus 8. 5 à 13 e Lucas 7. 1 à 10

Jesus teve compaixão do centurião visto que estava desesperado pelo seu servo, demonstrando solidariedade. Este centurião não era judeu... não era circuncidado... não guardava o sábado... e no verso 9 de Lucas, Jesus diz "não achei em todo Israel, fé como deste homem". Não sendo judeu, poderia ser rejeitado porém, "muitos serão lançados para fora (com sofrimento) e outros acentar-se-ão à mesa com Abraão", versos 11 e 12 de Mateus.
A igreja é solidária? Tem compaixão um dos outros? Existe compaixão no meio do povo cristão? Estamos sendo solidários?
Nos textos bíblicos lidos, Jesus teve compaixão das pessoas e em várias passagens bíblicas também. Nesse sentido, devemos nos esforçar para praticar as mesmas ações de Jesus. Compadecer-se dos outros é não esperar por pedidos.
Estudo de quarta-feira, Antonio Santana

domingo, 29 de novembro de 2009

Chá das Rosas na Branca

Foi dia 28 às 15h que aconteceu no lar de Francisca e Cineto (foto menor à esquerda) o Chá das Rosas com muita alegria, dinâmicas e canções. O próximo será na Mistuko (foto menor no alto à direita).

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Tentação

Leituras bíblicas: I Coríntios 10. 13 e Mateus 4. 1 à 11
Toda tentação é sempre humana portanto, não será acima do que possamos suportar. Usemos como exemplo a tentação de Jesus:
1º A fome: o homem conhece a fome e, com muita fome, a ciência já provou que é difícil racionar e controlar a mente. O diabo usa deste artifício para tentá-Lo e tentar-nos (verso 4 de Mateus).
2º Espetáculo: o diabo experimenta Jesus por meio de uma tentação que lhe era possível, ou seja, Jesus não morreria porque seria cuidado pelos anjos (verso 6 de Mateus).
3º Riquezas: mostrando as riquezas terrenas, o diabo tenta a Jesus. Vivemos na época de "prosperidades materiais" e isso é uma tentação. A ganância por ter e ter (verso 9 de Mateus).
Nos EUA já passam de mil os pais que esquecem os filhos dentro de automóveis. Esquecem? Porque? Essa vida consumista... essa ganância em querer ter leva a mente humana a um nível de stress onde a mente falha. Querer executar todas as tarefas com êxito pode levar a esse esquecimento pois a mente não é uma máquina.
A lei brasileira não pune os pais pois o castigo destes por tais fatos já é o sentimento de culpa que sentem por esquecer e consequentemente, perder esse filho.
O mundo moderno tem essa tentação.
Estudo de quarta-feira, Antonio Santana

O poder das palavras

Leitura bíblica de Salmos 19. 14

"As palavras que proferimos e escrevemos têm efeito sobre as pessoas. Elas podem encorajar ou desencorajar, curar ou ferir. Preciosas como "maças de ouro em salvas de prata" são as palavras de encorajamento: "eu te amo", "estou orgulhoso de você", "não importa o que aconteça, eu acredito em você".
É difícil imaginar alguém que não tenha necessidade de tais palavras. Aqueles que falam com a graça de Deus usam palavras de encorajamento em profusão, em agradecimentos pelo amor que é derramado sobre nós em abundância."
Pense: Quem precisa ouvir de mim uma palavra delicada?
Leitura do No Cenáculo do dia 22/11/99 na Reunião de Oração, terça-feira

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A Ponte

video

Poder

Leituras bíblicas: Atos 5. 12-18; 1. 8; 3. 1-8; 19. 11-12; Mateus 28. 18 e Marcos 16. 15-18

Deus escolhe os simples de coração e os humildes de espírito para revelar-lhes Sua vontade e dar-lhes poder para realizar grandes obras aqui na terra. Este poder os discípulos conheciam bem, Pedro era um homem rude e um simples pescador porém, ele primeiramente teve fé e depois, atitude para realizar prodígios e assim, aprenda a não duvidar mas colocar em prática o poder que recebes de Deus por meio da Sua vontade que é soberana.

Supondo que esse fato - descrito nos versos 15 e 16 de Atos 5 - acontecesse nos dias atuais, qual seria a reação das pessoas? Certamente, seria matéria de todos os jornais porém, se atentarmos para os versos 17 e 18, os fariseus encheram-se de inveja e lançaram-nos todos na prisão! "Não tenho dúvidas de que os fatos se repetiriam, e eles seriam repudiados, criticados, processados e presos! Ressaltando, Deus pelas mãos de Paulo fez milagres quando realizou tais curas."
É necessário receber poder divino para realizar a obra de Cristo por meio do Evangelho de poder.
Sermão, Sérgio Salviatti

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Murmuração

Leituras bíblicas de: I Coríntios 10. 1 à 11 e Números 11. 4 à 7

Comparando-se o Antigo Testamento (leitura de Números) com o Novo Testamento (leitura de Coríntios) por tipologia, entende-se Egito como o mundo; deserto como a vida; Canaã como os Céus vida eterna e Babilônia como o inferno.
Na leitura de Coríntios, o apóstolo Paulo nos alerta quanto ao comportamento de murmuração que houve com o povo liberto do Egito. Eles ansiaram por comer comidas egípcias como carnes... pepinos... e desprezaram o maná que receberam dos céus. Este maná, na leitura de Coríntios, refere-se ao alimento espiritual que eles desprezaram.
Por razões pessoais e até circunstanciais, despreza-se o alimento espiritual que é dado pelo próprio Cristo e com a mentalidade de escravo, permanece-se cego, com comportamentos pecaminosos que nos afastam de Cristo.
Estudo de quarta-feira, Sérgio

terça-feira, 10 de novembro de 2009

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Celebração da Ceia com rev. Josias Pereira


Ontem, esteve presente conosco o rev. Josias Pereira e sua doce esposa Rute. O amado pastor nos trouxe a mensagem "Cântico de uma nova Igreja" (leia abaixo) e celebrou a Ceia conosco.

Cântico de uma nova igreja

Leituras bíblicas de: II Crônicas 29. 26 à 30; Apocalipse 21. 5 e 15. 3

Na leitura de Crônicas, Ezequias quer corrigir os erros dos seus antepassados e reformar o país. Convoca os líderes que permaneceram fiéis a Palavra de Javé e inicia a purificação do Templo e a renovação do culto, especialmente com os levitas. Em Apocalipse, as promessas e afirmações de que nos planos de Deus, tudo se faz novo!
A Igreja do Senhor é do povo, é feita pelo povo e para o povo com inspiração divina, devidamente contextualizada. Vive e vivencia a realidade do tempo no espaço que está acontecendo. Vive o novo portanto, não é saudosista, nem escatológica (futurista). Igreja presente no aqui e agora. O passado, diferentemente do presente é caracterizado pela graça, pela realidade do evangelho que é novidade. Nova por que canta alegremente o novo canto de Deus em Cristo Jesus.
Na visão existencialista filosófica, novo não é o que virá mas o que chegou! Presente aqui e agora. É o bom porque está sendo, com todas as suas dificuldades... tristezas... vitórias! A realidade do novo é o momento que vivemos a cada instante.
A palavra evangelho significa novidade ou boa-nova. A Igreja é o novo de Deus presente na comunidade. Vive e revela o Cristo presente. É o anúncio de uma nova vida que só se concretiza pela vivência. Evangelho é Vida. Nosso viver cotidiano. Só assim é possível entender o Evangelho como testemunho. Testemunho é Vida. A mensagem do Evangelho é uma mensagem de Vida.
A Igreja que canta o novo de Deus entende e insere-se no mundo. Vive o contexto do mundo. Vive a vida pela fé e amor no presente tal como é mas anuncia o futuro que já começou. Um futuro interminável que é a vida eterna.
Que o novo de Deus se faça aqui em Mauá. Que os tempos de construção seja tempo de recordar a história e possa ter no seu passado a motivação para viver e vivenciar o novo.
Igreja renovada, sempre renovando. Igreja nova, sempre renovando. Proclamando a libertação pela graça.
Sermão, rev. Josias Pereira

A bíblia como é

Leitura bíblica de Mateus 6. 9 à 15 e Lucas 11

A bíblia foi escrita por homens inspirados por Deus porém, o homem é falho... imperfeito... Inicialmente, foi escrita em pergaminhos, depois em papiros até chegar nas folhas de junco onde foi possível evoluir para livro.
Essa evolução aconteceu por partes num processo muito longo e o acesso a esses escritos era muito difícil; as comunidades íam até certo lugar para ver, ouvir e copiar a bíblia. Era uma das funções dos escribas ditar a bíblia para as pessoas. Não se podia tocar pois essa parte da bíblia era tida como sagrada. As primeiras bíblias, já como livros, não tinham capítulos, nem versos.
Há uma tradição oral e uma tradição escrita. O primeiro evangelho a ser escrito foi Marcos e Lucas não conheceu Jesus. Conta a história que ele foi escravo depois tornou-se médico.
Os evangelhos são sinóticos, ou seja, têm a mesma ótica sobre os fatos porém, existem diferenças como a passagem do(s) gadareno(s) - (leia Mateus 8. 28 à 34; Marcos 5. 1 à 20 e Lucas 8. 26 à 39) - há, nesta passagem, o poder de re-conhecimento na pessoa de Jesus como o Filho do Homem.
Na oração do Pai Nosso descrita em Mateus, as palavras em parênteses (as bíblias mais recentes e atualizadas possuem, as mais antigas não!) não existe no texto original, em grego. Foi possível visualizar através da bíblia em grego com tradução para o português. Por esta razão, os parênteses estão presentes nas bíblias mais atualizadas.
Estudo de quarta, Sandro

terça-feira, 3 de novembro de 2009

+ Fotos da Obra

Culto da Reforma

Leitura bíblica de Lucas 4. 16 a 21
A Reforma tem tudo a ver com esperança. Ao mudarmos algo, temos a esperança de vê-lo melhor. Essa foi a esperança de Lutero, Wesley e outros reformadores. Eles não queriam criar uma nova Igreja, mas reformar a existente.

No fim da Idade Média, a Igreja Católica estava perdendo sua identidade. Gastos com luxo e preocupações materiais estavam tirando o objetivo católico dos trilhos. A primeira reformadora foi a rainha espanhola Isabel, antes do protesto de Lutero. Ela decidiu reformar e a Inquisição surgiu a partir daí.
O principal nome da Reforma, foi Lutero: ele traduziu a Bíblia para o alemão (ele era alemão), pois ela era em latim e as missas eram realizadas em latim. Havia a venda de indulgências (carta de salvação) e a Reforma veio contrariando todas essas idéias, reformando o Clero e a sociedade da época.

Jesus foi o primeiro reformador; ele era judeu e morreu como judeu. Mas sua reforma mudou a época e após a sua morte, deu origem ao Cristianismo.

O Culto deste domingo foi feito nos moldes anteriores à Reforma: havia uma explicação e depois era lida a palavra, negando a oportunidade de reflexão durante a leitura. Hoje, podemos ler e refletir, antes do sermão ser pregado.
Sermão, irmão Sandro.

Bazar da Sociedade de Mulheres

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

domingo, 25 de outubro de 2009

Íntimo

Leitura bíblica de Mateus 26. 36 à 44

Os 12 discípulos de Cristo abriram mão, deixaram algo para trás para seguí-LO. Tinham um único objetivo: ver os sinais de Cristo e ser íntimo. Como?

Seguidores são especiais para Cristo e têm o seu valor. São aqueles que ouvem, conhecem a palavra, sabem quem Ele é porém, acomodam-se... querem as bênçãos e não compromisso com Deus. Cristo ensina algo mais importante que ser seguidor; ensina-nos a ser Seus amigos.

Amigos como Pedro, Tiago e João. Estes discípulos foram chamados amigos porque num momento de dor e sofrimento já próximo da crucificação, Cristo chama-os para orar, para permanecer junto e com estes, Cristo compartilha Sua angústia porém, Ele quer nos levar a condição de íntimo.

Íntimo é aquele em que a palvra de Cristo faz diferença no seu coração. Dos 3 discípulos amigos de Cristo, João foi considerado o discípulo amado pois, como conta-nos a Bíblia, ele debruçava sua cabeça nos ombros e no peito de Cristo. Onde estava Cristo, lá estava João. É no íntimo que Cristo faz-nos conhecedores da Sua vontade.

Sermão, revda. Ana

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Presença de Deus

Leituras bíblicas: Êxodo 33. 1-17 e II Coríntios 12. 1-10
Quando sabemos reconhecer a presença de Deus em nossas atividades? Em nossos cultos? Em nossos ministérios?
Moisés requereu a presença do Senhor e desejou ver a glória de Deus porém, a presença do Senhor se fez por meio de um anjo que os acompanhava e Moisés, jamais viu a face do Senhor, não viu a glória do Senhor.
Por vezes, algumas das nossas lutas é a própria presença de Deus. Se não for a presença de Deus, como resistir a todas elas? Fique atento, quando as coisas parecerem tão bem assim, é aí que Deus não está mais contigo. Como Paulo declarou que sentia a presença de Deus nas perseguições... nas injúrias... é na fraqueza que sou forte e se manifesta a Tua presença. Fortaleça a sua musculatura espiritual nas lutas que tem passado para dar testemunho futuro.
Estudo de quarta-feira, irmão Santana

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dia da Criança +


Cerca de 54 pessoas, entre membros e visitantes, entre crianças jovens adultos e idosos, estiveram presentes no passeio da chácara em comemoração ao Dia da Criança.

Dia da Criança



Unção

Leitura bíblica: Isaías 10. 27

Unção é coisa de quem busca, de quem anseia por mais de Deus. Vai além do simples óleo ungido. É uma manifestação gerada pelo Espírito de Deus dentro de nós. Traz para a Igreja, novidade!!! Sinaliza vida!!! Há porém, três tipos de unção:
Unção do Leproso: sinaliza o estágio quando abrimos o coração para o agir de Deus. Age no ouvido, na motivação e nos pés.

Unção do Sacerdote: quando há total unidade do corpo de Cristo, ou seja, quando não há desunião. Gera serviço, motivação e alegria.

Unção Real: quando é derramado sobre os reis. O sinal desta unção é a autoridade. Autoridade para curar, expulsar demônios, libertar os cativos, profetizar e anunciar o evangelho.

Sermão, revda. Ana

domingo, 4 de outubro de 2009

Reconciliação

Leitura bíblica: II Coríntios 5. 11.21

Quando o apóstolo Paulo falava sobre reconciliação na igreja de Coríntios, falava do que estava vivendo a seus acusadores. Vivia na graça e no amor de Deus, sendo totalmente dependente. Estava sendo acusado de pregar a mensagem e a motivação errada. Perceba o que ele diz a seus acudadores: o sucesso de seu ministério não estava numa carta de recomendação tão pouco em elogios. Deus o instruiu e o orientou, justamente porque ele era dependente de Deus.
Para viver na dependência de Deus, abra mão da sua agenda e da sua vontade pessoal. Saber que uma pessoa morreu por ti, tem que causar motivação, esforço e compromisso!
Porque reconciliar-se com Deus?
1º Pelo nosso pecado que nos afasta de Deus gerando destruição e divisão.
2º Todo impulso do nosso coração é contra Deus. A natureza humana... À inclinação da carne é contra Deus. Viver longe de Cristo é ter uma vida miserável, sem novidade de vida.
Reconciliação no grego significa mudança!
Qual é a tua escolha?
Sermão: revda. Ana

Concílio Local